A importância do Padmasana – Postura de Lótus.

Padmasana é um dos asanas mais importantes e úteis segundo B.K.S Iyengar.

É a postura utilizada tradicionalmente durante a meditação, onde a pessoa sentada entrelaça as pernas permanecendo com as mãos sobre seus joelhos.

Padma em sânscrito significa lótus.
Lótus é o nome de uma planta aquática que floresce sobre a água.

Na Índia representa a pureza e o pleno desenvolvimento da consciência.

Ela nasce do lodo, florescendo sobre as águas sem se sujar pela água que a envolve.
Do ambiente escuro e sujo ela se transforma em flor exalando perfume e cores deslumbrantes.

É sobre esta transformação que o Yoga vai retratar.
Durante as práticas de Yoga, nos deparamos com aspectos de nossa individualidade que muitas vezes não nos agradamos, nosso lodo.
Através do conhecimento sobre nós mesmos adquiridos através das práticas, a idéia é transmutar, florescer.

Segundo Hermógenes, esta postura tem o nome de lótus não só pela bela configuração plástica tomada pelo corpo, bem lembrando a flor de lótus, como também pela pureza e paz psicológica que induz.

Segundo ele, em seu livro Auto Perfeição com Hatha Yoga, quando estamos em
Padmasana, aumentamos a irrigação sanguínea na região pélvica, o que vitaliza os nervos sacro e os do cóccix, tonificando e facilitando a absorção das secreções das gônadas ( glândulas sexuais).
Acredita-se que esta absorção das secreções gonádicas contribui para a pacificação da sensualidade e para melhor harmonização do físico. Sentar-se por algum tempo imóvel em Padmasana é a maneira mais eficiente de elevar-se à Consciência Divina.

Esta postura é frequentemente utilizada durante os pranayamas ( técnicas de respiração) assim como nas variações de sirsasana e sarvangasana.

Hermógenes completa dizendo que nesta postura, mais do que em qualquer outra, os Chakras inferiores, ligados ao psiquismo primitivo, são anulados, trazendo maior tranquilidade.

Para que possamos dominar a postura completa, é necessário tornozelos e joelhos flexíveis assim como uma boa mobilidade dos quadris.

Segundo Iyengar depois de superada a dor inicial nos joelhos, padmasana é uma das posturas mais relaxantes. A posição das pernas cruzadas e das costas eretas mantém a mente atenta e alerta. Segundo ele, no aspecto físico, a postura é boa para curar rigidez nos joelhos e tornozelos. Ao promover a circulação sanguínea na região lombar e abdominal, a coluna e os órgãos abdominais são tonificados.

Veja a seguir, algumas imagens de preparatórios para você que deseja aprimorar seu Padmasana.

Vamos aprender a montar o Padmasana em 6 etapas seguindo a imagem abaixo?

IMAGEM 1 – Comece deitado no solo com as pernas elevadas encostadas na parede e glúteos completamente encostados no solo.
IMAGEM 2 – Toque com a mão direita em seu joelho direito e traga-o em direção ao solo mantendo-o o mais próximo possivel da parede.
IMAGEM 3 – Mantenha sua mão direita pressionando seu joelho direito em direção a parede e com a mão esquerda traga seu pé direito em direção a raiz da sua coxa esquerda.
IMAGEM 4 – Sem deixar de pressionar a mão direita sobre seu joelho direito com a mão equerda traga seu joelho esquerdo para próximo do solo mantendo-o o mais próximo da parede que você puder.
IMAGEM 5 – Com a mão direita traga seu pé esquerdo em direção a raiz da sua coxa direita.
IMAGEM 6 – Pressione seus joelhos em direção a parede.
Pratique com constância e perseverança.
Mudanças notáveis acontecerão.
Não foque apenas no resultado.
Faça que precisa ser feito.

Ótima semana para você.
bjOMMMMM
Namastê – Adri Borges.

PS: Não esquece de me contar o que você achou do conteúdo