Os isquiotibiais são um grupo de músculos localizados na região posterior das coxas.
Essa musculatura é responsável principalmente pelos movimentos de extensão do quadril e flexão dos joelhos.
Os músculos isquiotibiais têm uma forte tendência a serem encurtados, devido à sua posição e necessidade constante de estabilização.
                                       
Estudos sobre lesões em isquiotibiais apontam a falta de fortalecimento destes músculos.
Estudos propõem que o maior nível de lesão de isquiotibiais acontece em esportes onde há mudança de direção e velocidade. É uma musculatura muito exigida em atividades como a corrida, pois possui um papel fundamental na biomecânica do movimento realizado, além de controlar a velocidade das passadas.
Exercícios complementares à corrida são muito importantes.
Por sua posição e movimentos, os isquiotibiais ajudam a estabilização do joelho.
Muitas lesões de ligamentos do joelho, têm como origem, isquiotibiais enfraquecidos.
Eles acabam não controlando adequadamente a flexão de joelho e com isso, acontecem as lesões.
O desalinhamento nos quadris e a falta de alongamento dos quadríceps também sobrecarregam os isquiotibiais assim como problemas na coluna como a escoliose e desvios de joelhos.
Apenas fortalecer não é o suficiente. É necessário mantê-los flexíveis.
Quanto mais encurtado você for, mais precisa treinar sua flexibilidade de forma constante e organizada.
É fundamental trabalhar o alongamento e o fortalecimento dos músculos isquiotibiais para evitar futuras lesões.
Além disso é importante darmos a atenção necessária para a musculatura dos glúteos, abdômen e lombar.
Para uma melhora na sua condição física independente se você é praticante de corrida ou não é importante ajustar a postura como um todo.
Para que exista uma melhora geral não é aconselhável  trabalhar os isquiotibiais de uma maneira isolada.
A musculatura dos glúteos assim como dos quadríceps, lombar e abdômen também devem ser levadas em consideração.
COMO O YOGA PODE TE AJUDAR?
Segue abaixo algumas posturas que trabalham toda a musculatura mencionada de forma abrangente.
                     

Adho Mukha Svanasana

Segundo B.K.S.Iyengar a postura é especialmente apropriada para corredores cansados após uma corrida dura.
Ela proporciona aos velocistas rapidez e leveza nas pernas.
Nesta postura os músculos ísquiostibiais assim como os glúteos se alongam e a coluna se mantém de forma neutra completamente alinhada.
                         

Uttanasana

Durante a execução dessa postura elevar as patelas mantendo seus quadríceps acionados e joelhos estendidos.
Se suas mãos não encostarem no solo utilizar os bloquinhos ou simplesmente flexione levemente seus joelhos.
Quando executar a postura mantenha seus ísquios alinhados com seus calcanhares.
Imagine que existe uma parede invisível bem atrás de você e seus calcanhares assim como seus glúteos encostam-se nesta parede.
Nesta postura os músculos ísquiostibiais assim como os glúteos se alongam. Deixe que a força da gravidade aja na postura permitindo que a coluna se solte. Não forçar ! Apenas solte-se.
     

Virabhadrasana II

Mantenha o joelho dianteiro em linha com os ísquios mas não deixe que ele ultrapasse a linha do dedão do pé.
Mantenha-o em linha com seus tornozelos.
Mantenha a crista ilíaca da perna traseira para cima e o glúteo da perna dianteira para frente.
Nesta postura trabalhamos o fortalecimento dos quadríceps, o alinhamento dos quadris e dos joelhos.
         

Virabhdrasana III com o uso dos blocos.

Durante esta postura os músculos ísquiotibiais assim como os glúteos permanecem completamente acionados.
Se sua musculatura estiver muito rígida use os bloquinhos.
Mantenha sua coluna neutra e posicione seus quadris para baixo paralelos ao solo.
Mantenha a ponta dos pé da perna de cima voltado para baixo e o calcanhar para cima estabilizando assim seu quadril.
Boa Prática.
Namastê.
Adri Borges.