A Índia é a terceira maior fé do mundo.

Estima-se na Índia 1.361 215 579 habitantes.

O hinduísmo assim como o budismo são suas principais religiões.

Os hindus acreditam na reencarnação.

Para eles significa que a morte é só um passo a caminho de uma outra vida.

Em Varanasi cidade sagrada a vida e a morte se misturam livremente.

Eles não lamentam a morte pois acreditam que as lamentações dificultam a jornada da alma e o caminho para se ter uma vida melhor.

A reencarnação é considerada uma nova chance para uma vida ainda melhor.

Segundo eles a reencarnação os torna mais responsáveis por suas vidas pois são eles que guiam seus próprios destinos.

Esta idéia de reencarnação os mantém sempre no caminho correto.

As almas são continuamente utilizadas pois o ciclo se repete vivendo morrendo e renascendo de novo.

O ciclo da vida, morte e renascimento é chamado de SAMSARA.

Sair desse ciclo é chamado de MOKSA , que significa “libertação”. (lê-se moksha)

Moksa é a transcendência do fenômeno de existir, de qualquer senso de consciência do tempo, espaço e causa.

É quando a iluminação é alcançada.

Esta iluminação é a comunicação direta com a divindade.

O Moksa geralmente é alcançado somente após muitas vidas.

Moksa é quando você passa de um corpo físico para a energia pura tornado-se uno com a existência.

Para eles renascer não é o objetivo.

O objetivo dos hindus é transcender o renascimento e alcançar um estado de energia pura e eterna Moksa o estado de deus.

Corpos têm sido queimados às margens do Ganges há centenas de anos banhados nas águas do rio sagrado envolvidos em roupa de linho e colocados em pilhas de madeira onde são consumidos pelas chamas.

Eles acreditam que em Varanasi o Ganges flui na direção da vida eterna dando o poder de levá-los além da ressureição.

Assista ao trecho da série “A História de Deus” da National Geographic no nosso Canal do Youtube acessando o link:

Bons Estudos.

Namastê